Diferença entre prebióticos e probióticos

Após entendermos a diferença entre prebióticos e probióticos, vamos falar sobre MICROBIOTA E MODULAÇÃO INTESTINAL, assunto relacionado e muito discutido nos dias atuais. A microbiota existente nos seres humanos é resultante de anos de evolução de uma relação simbiótica. Essa relação nos trouxe inúmeros benefícios, incluindo proteção contra patógenos, manutenção da integridade da barreira intestinal, metabolização de nutrientes e medicamentos, síntese de vitaminas e produção de ácidos graxos de cadeia curta.

O trato gastrointestinal apresenta diferentes composições de espécies bacterianas, sendo estas definidas geneticamente e/ou por características individuais e ambientais. CADA INDIVÍDUO POSSUI UMA MICROBIOTA INTESTINAL ÚNICA, composta de bactérias distintas, em sua maioria NÃO patogênicas herdadas do hospedeiro, adquiridas no nascimento e que se desenvolve de acordo os hábitos de vida, uso de medicamentos, estresse, entre outras. A utilização de antibióticos, sedentarismo, quimioterapia e processos infecciosos do trato gastrointestinal podem alterar a microbiota ou “flora” intestinal. OUTRO FATOR IMPORTANTE NA ALTERAÇÃO DA MICROBIOTA INTESTINAL É A DIETA. Nossa alimentação pode afetar a sobrevivência e metabolismo dessas bactérias, causando alterações no padrão de colonização bacteriana e gerando processos inflamatórios no nosso organismo. Logo, uma microbiota intestinal saudável e equilibrada resulta em um desempenho normal das funções fisiológicas, o que irá assegurar melhoria na qualidade de vida. Numa alimentação com pouco consumo de fibras a microbiota intestinal passa a degradar o muco presente na barreira intestinal aumentando a susceptibilidade a patógenos. Também o consumo dos ultraprocessados pode levar à modificação da microbiota, causando desequilíbrio, gerando um processo inflamatório e, consequentemente um intestino hiperpermeável. Além disso, é provável que o intestino sofra uma redução na capacidade de absorção de nutrientes importantes e uma carência de vitaminas, principalmente do complexo B, além de vitaminas A, C e D Uma produção elevada de substâncias inflamatórias no organismo favorece o aparecimento de diversas doenças, como câncer, doença inflamatória intestinal, obesidade, entre outras. Os COMPOSTOS BIOATIVOS da dieta têm um papel fundamental na imunomodulação da microbiota.

- Os compostos bioativos são substâncias que estão presentes em alguns alimentos, e são capazes conferir benefícios fisiológicos ao organismo. A MODULAÇÃO INTESTINAL é um conjunto de intervenções aplicadas ao trato gastrointestinal, com o objetivo principal de reequilibrar as proporções de bactérias que compõe a microbiota. A restauração da composição da microbiota intestinal deve ser realizada em termos qualitativos e quantitativos, de modo que diminua a incidência de bactérias patogênicas, em sua maioria responsáveis por esses desequilíbrios. Com a modulação da microbiota intestinal é possível obter diversos benefícios, como melhora dos sintomas gastrointestinais, disposição, fortalecimento do sistema imunológico, entre outros. A existência dos alimentos com potencial anti-inflamatório, prebióticos e probióticos é um ponto muito positivo e relevante, pois e eles atuam fortalecendo nossas defesas e equilibrando nossa microbiota.  Acompanhar e entender a composição da microbiota intestinal é um excelente indicador de manutenção da saúde.

Aqui na Clínica Soul+ realizamos a MODULAÇÃO INTESTINAL, fazendo a suplementação de probióticos, prebióticos e simbióticos, assim como uma dieta equilibrada.

Fone: (51) 3092-0068 WhatsApp: (51) 99667-7981 Av. Augusto Meyer, 167. Auxiliadora – POA.



Av. Augusto Meyer, 167 - Auxiliadora

Porto Alegre/RS