Covid-19

Desde o início da pandemia, vem se observado uma maior incidência de infecção por coronavirus em pessoas obesas. E segundo um estudo feito pela Universidade da Carolina do Norte (EUA), a obesidade aumenta o risco de morte em quase 50%.


De acordo com os pesquisadores, pessoas com o índice de massa corporal (IMC) acima de 30 correm 113% mais risco de internação, 74% de serem internados em UTIs e 48% mais risco de morte pela covid-19.

Isso acontece porque, segundo os cientistas, pessoas obesas têm mais probabilidade de ter hipertensão, doenças cardíacas, diabetes e problemas crônicos de rins e pulmão - condições consideradas fatores de risco para a covid19.


O metabolismo mais lento encontrado em quadros de obesidade também torna a resposta imune dos indivíduos mais complicada. Além disso, o tecido adiposo é considerado um reservatório, aumentando a replicação viral.


A obesidade também pode fazer com que as pessoas enfrentem maiores problemas físicos causados pela covid, como apneia do sono, que aumenta a hipertensão pulmonar, ou até mesmo prejudicar o momento de internação e intubação, uma vez que nem todos os hospitais estão preparados para lidar com pacientes obesos.


Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde brasileiro apontou que cerca de 20% da população brasileira estava obesa em 2018 e 55,7% estavam acima do peso. O Brasil é o segundo país mais afetado pelo coronavírus, atrás somente dos Estados Unidos, onde 40% da população tem algum grau de obesidade.


Diante disso, passamos a ter consciência que obesidade e sobrepeso significam FALTA DE SAÚDE E SUCEPTIBILIDADE A DOENÇAS Emagrecer e eliminar gordura corporal não devem ser olhados somente sob o aspecto estético, e sim tratados de uma forma séria e integral.


Estamos aqui para tornar o seu processo de emagrecimento leve. Conte com nosso suporte especializado.


www.soulmais.com/ciclosemagrecimento


☎️Fone: (51) 3092-0068

📲WhatsApp (51) 99662.3610

📍Av. Augusto Meyer, 167. Auxiliadora – POA